Main Contents

Classificação de segurança CAT

Há diversos tipos de medições em baixa tensão (menor que 1000V): eletrônica básica, residencial, residencial (medição), industrial, etc.

Para cada medição, o técnico está sujeito a diversos níveis de tensão e energia envolvida: eletrônica, até 50V por exemplo (fonte de PC que tem até 24Vcc (de -12Vcc a +12Vcc)). Ou então residencial, geralmente 127 e 220V. (mais…)

Ensaios no transformador

Há ensaios básicos que determinam os parâmetros de um transformador. Estes parâmetros (magnetização, perdas no núcleo, perdas no cobre, etc.) são utilizados por exemplo para efeitos de manutenção (constar degradação dos parâmetros originais).

Obs: abaixo, os procedimentos estão simplificados, para facililtar no entendimento do por que de cada teste. (mais…)

Ligando equipamento 220V em rede 127V

Muita gente perguntando como se faz para ligar um aparelho 220V em uma rede 127V. Por exemplo, um ar-condicionado 220V de fábrica, mas a casa só tem 127V disponível.

Bom, pode-se usar um transformador elevador monofásico, conforme imagem abaixo. (mais…)

Ohmímetro e megômetro

O por que do teste da resistência de isolamento? Qual a diferença entre fazê-lo com um ohmímetro ou megômetro?

A resistência de isolamento é medida para se detectar possíveis falhas no isolamento de um material ou máquina. Por exemplo, a resistência de isolamento do motor nos permite saber se suas bobinas e carcaça estão bem conservadas ou se precisam de manutenção. (mais…)

Por que se utiliza óleo nos transformadores?

Há duas razões (e vantagens) para a utilização de óleo nos transformadores: resfriamento e isolação.

A necessidade do resfriamento do transformador se deve ao aquecimento gerado pelas suas perdas, tanto por Joule (corrente passando pelo condutor) e por correntes parasitas (que circulam dentro do núcleo). (mais…)

Vídeo de alerta

Para começar bem o ano 2010, segue um vídeo (apesar de ser uma comédia, serve de alerta) para nós, profissionais da área.

Fonte: http://www.collegehumor.com/originals

Feliz 2010 a todos.

Luzes de Natal

No espírito natalino, vamos falar sobre as luzes da decoração de Natal, ou pisca-pisca, ou luzes arroz.

Incandescentes de baixa potência, cada lâmpada (ou arroz) dos piscas natalinos tradicionais é de filamento, comparáveis às lâmpadas incandescentes de residências. Os modelos mais modernos são feitos usando led, que são mais duráveis e tem maior rendimento. (mais…)

Harmônicas de tensão e de corrente

Recomendação: leia o post Conceito de harmônicas antes.

As harmônicas podem ser basicamente subdivididas em dois grupos: de tensão e de corrente.

Como já explicado em outra página, harmônicas são componentes de altas frequências que se somam ao sinal original. (mais…)

Paralelismo de cabos

Recomendação: leia o post Diferença entre fio rígido e cabo flexível antes.

Uma técnica utilizada para instalação de cabos em circuitos de alta corrente é o paralelismo de cabos.

Digamos que a entrada de uma instalação requer uma corrente de 1.800A. Pela tabela da IPCE, temos as correntes máxima em função da seção do cabo: (mais…)

Conceito de harmônicas

Vamos denominar uma onda como sendo ela senoidal (seu comportamento é baseado em um seno), a uma determinada amplitude e frequência. Assim, dizemos que a tensão que chega em nossas residências, ou melhor, a tensão alternada gerada pela usinas tem um comportamento senoidal a frequência de 60Hz. (mais…)

Página 2 de 812345...Última »