Main Contents

Modo standby

Muito se fala que o modo standby gasta energia e que, se cortarmos, a economia na conta de energia é considerável. Para tirar isso a limpo, fiz algumas medições.

Tv de Lcd 32pol, dvd e receptor de TV via satélite, todos em standy, a potência total foi de 10W. Considerando que o conjunto fique 20h em standy por dia, teremos uma energia total dissipada no mês de 0,01x20x30 = 6KWH, o que significa em média 3 reais na conta de energia.

Já existe um pequeno aparelho (Bye-bye standby e Standby Buster) que, conectado à tomada, fornece opção de desligar completamente os equipamentos que forem ligados através dele (no máximo até 3680W no total). Para ligá-lo e desligá-lo, usa-se um controle remoto. Assim, resumindo, só fica esse aparelho em standby (fabricante diz que o consumo é menor que 1W).

Seu custo, 9,95 euros, mais ou menos 24 reais. Com impostos na importação e lucro do vendedor (200%), 72 reais, e mais o frete. O retorno dá-se em mais de um ano, sem considerar a energia que o próprio aparelho gasta.

Um problema de usar este aparelho é que temos que reunir todos os equipamentos que queremos economizar em um único ponto de tomada, o que pode contrariar as especificações do projeto elétrico da residência.

Diante isso, vejo como melhor opção optar por aparelhos de categoria A do Inmetro (mais eficientes) e investir em outras coisas mais essenciais, como DR e uso de DPS.

One Response to “Modo standby”

  1. 1
    Bye-bye standby e Standby Buster | Carlos Matheus - Eletricidade Says:

    [...] leia o post Modo standby [...]

Leave a Reply